Histórico = Moluscos do Brasil na Lista Oficial de Animais Ameaçados - Maio de 2003 ! ...

06-03-2011 18:24

 

Avulsos Malacológicos - AM - Florianópolis, Brazil

 

 

PROJETO "AVULSOS MALACOLÓGICOS - AM"

ARQUIVOS HISTÓRICOS ONLINE

FÓRUM PDPM

Florianópolis – SC

http://www.malacologia.com.br

 

 

Moluscos brasileiros diversos na lista oficial de animais ameaçados ! ...

25/05/2003

 

Caros colegas pesquisadores e malacologistas participantes do Fórum,

 

Boa tarde !! ...

 

Um total de 48 formas de Moluscos ( 30 Gastropoda e 18 Bivalvia ) encontram-se incluídas na nova "Lista Oficial das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção" apresentada e divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente ( MMA ) em Brasília - DF na passada Quinta-feira 22 de Maio de 2003 ( Dia Internacional da Biodiversidade ), sendo que destas 9 são formas Marinhas ( 7 Gastropoda - 2 Bivalvia ) e 39 correspondem a espécies Continentais Terrestres e Dulce-Aqüícolas ( 23 Gastropoda - 16 Bivalvia ).

 

Destacam, entre outras, 9 formas Gastrópodes Pulmonadas Terrestres representantes das Famílias Strophocheilidae ( gênero Gonyostomus ) e  Megalobulimidae ( Gênero Megalobulimus ), assim como os 16 Bivalves Dulce-Aqüícolas relacionados, pertencentes as Famílias Mycetopodidae ( 9 ) e Hyriidae ( 7 ).

 

Do total de espécies relacionadas na citada Lista Oficial, particularmente 9 ( 3 Marinhas e 6 Continentais ) apresentam registros de ocorrência no território do Estado de Santa Catarina - SC :

 

Gastrópodes Marinhos ( 1 ) - Littorina angulifera ( Littorinidae )

 

Bivalves Marinhos ( 2 ) - Crassostrea rhizophorae ( Ostreidae ) – Donax hanleyanus ( Donacidae )

 

Gastrópodes Continentais Pulmonata Terrestres ( 2 ) – Drymaeus acervatus ( Bulimulidae ) - Megalobulimus proclivis ( Megalobulimidae )

 

Gastrópodes Continentais Prosobranchia Dulce-Aqüícolas ( 1 ) – Pomacea sordida ( Ampullariidae )

 

Bivalves Dulce-Aqüícolas Unionoida ( 3 ) - Diplodon expansus ( Hyriidae ) - Leila blainvilleana ( Mycetopodidae ) - Mycetopoda legumen ( Mycetopodidae )

 

A relação completa Nacional das Espécies Malacológicas ( e outras ) consideradas na Lista Oficial do MMA, assim como certas Informações Estatísticas, podem ser obtidas visitando o seguinte endereço virtual: http://www.biodiversitas.org/f_ameaca/index_lista.htm

 

Obrigado a todos pela importante atenção dispensada nesta oportunidade.

 

O PDPM Editor.

 

 

-------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------

---------------------------------

 

 

Extintas? Em perigo? Quem disse?

04/06/2003

 

Novamente uma lista de moluscos em perigo - gostaria de saber quem foi o responsável pela inclusão de cada uma destas espécies. Comecemos pela "provavelmente extinta", Natica micra. Esta espécie tem 4 milímetros e vive em lodo. Gostaria imensamente de saber qual foi o critério para dizer que esta espécie pode estar extinta... Alguém peneirou toda o litoral do Rio de Janeiro e não encontrou exemplares? É uma incongruência poder afirmar que qualquer espécie marinha esteja extinta.

 

Coleciono desde 1976 e posso dizer que muitas espécies são cíclicas - passam-se anos sem encontrar um único exemplar e de repente milhares aparecem nas praias. Seriam espécies "extintas temporariamente"?....

 

Há algumas espécies inclusas na lista que mostram a fragilidade da validade da mesma. Donax hanleyanus, Melampus coffeus e Littorina angulifera? Quem foi o responsável pela inclusão destas? As três são utilizadas para artesanato e vivem aos bilhões em nosso litoral. Sugiro aos pesquisadores responsáveis que saiam em campo para proteger

estas espécies, talvez marcando uma a uma para poder controlar a população! (e assim poderiam ocupar seu tempo com algo mais útil).

 

Algumas destas espécies (principalmente de terrestres) foram descritas através de um único exemplar encontrado. Se até a validade do trabalho deve ser posta em dúvida, como é possível afirmar que as mesmas estão extintas?

 

Qual é a finalidade desta lista? Mostrar serviço?

 

Em um pais onde a pesquisa de campo quase não existe, é uma leviandade fazer quaisquer afirmações sobre espécies extintas sem o devido levantamento de dados (que pode levar anos para ser feito). O Brasil não é do tamanho de Fernando de Noronha - quem pode afirmar qualquer coisa quanto à extinção destas espécies? Principalmente quando o trabalho todo deve ter sido feito detrás de uma mesa e não em campo.

 

As únicas que correm riscos reais são as espécies de água doce pelo simples fato que podem ser exterminadas por um desastre ecológico – e não podem sair correndo da água. Mesmo algumas espécies terrestres podem escapar de incêndios enterrando-se. Agora, falar em espécies marinhas extintas não passa de irresponsabilidade e falta de conhecimento do assunto. A simples inclusão destas na lista já evidencia sua nulidade.

 

Lamentável - espero que a lista seja refeita um dia com mais seriedade.

 

Marcus Coltro

shells@femorale.com

http://www.femorale.com.br

 

 

Novas Publicações Disponíveis ...!