Lula gigante é encontrada morrendo na Flórida/ EUA ! ...

08-08-2011 15:00

 

Portal de Notícias OnLine "AmbienteBrasil"

http://www.ambientebrasil.com.br

Edição no. 3841 - Segunda-feira 08/08/2011

 

 

LULA GIGANTE É ENCONTRADA MORRENDO NA FLÓRIDA/ EUA

http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2011/08/08/73123-lula-gigante-e-encontrada-morrendo-na-floridaeua.html

 

 

Conteúdos:

 

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

A cerca de 19 quilômetros da costa, em Port Salerno, Flórida, pescadores faziam uma pequena festa quando encontraram uma lula gigante intacta. O encontro improvável, segundo pesquisadores, pode trazer novas descobertas sobre o animal . “Nós olhamos para aquilo e os três falaram ao mesmo tempo: uauuuuuuuuu!”, disse o pescador amador Robby Benz para rede de televisão americana WPTV. E completou: “Ela não parecia estar morta, seus tentáculos ainda estavam se movendo e apontando para nós quando a pegamos e colocamos no barco de pesca”.

Após alcançar a costa, os homens ligaram para as autoridades da vida selvagem e a lula gigante recém-falecida encontrou um lar no Museu de História Natural de Gainesville, na Flórida. Maior invertebrado do planeta, a lula gigante pode chegar, segundo os cientistas, a ter até 18 metros de comprimento e pesar cerca de uma tonelada. O espécime da Flórida, porém, tem “apenas” 8 metros de comprimento e pesa cerca de 90 quilos. Como outras lulas gigantes, ela é branca com manchas vermelhas na pele que contêm cromatóforos – células com pigmento que podem mudar de cor rapidamente presumivelmente para comunicação ou camuflagem.

RaridadeLulas gigantes são encontradas em oceanos de todo o mundo, mas raramente são vistas no Oceano Atlântico na região da Flórida, disse Roger Portell, um paleontólogo especializado em invertebrados do museu, que está ajudando a preservar a lula. “Esses animais são muito raros”, afirmou. “Eles tendem a ficar em águas profundas, logo não os vemos normalmente. Este novo espécime é excepcional”, completou.

Embora elas não sejam os monstros marinhos como já foram imaginados, as lulas gigantes são conhecidas por entrarem em confronto com baleias cachalotes nas profundezas. “Ela tinha poucos traumas. Apesar dela ter perdido um tentáculo, ela não aparentava ter sido atacada,” acrescentou o paleontólogo.

Uma vez que a lula apareceu intacta na superfície à beira da morte, Portell acredita que o novo espécime – cujo sexo ainda é desconhecido – tivesse acabado de se reproduzir. E completou: “Como uma regra geral entre os cefalópodes – incluindo lulas e polvos – machos e fêmeas morrem pouco tempo após se reproduzir. Supõem-se que isso também aconteça com essa espécie”.

Os pescadores, ele acrescentou, merecem crédito pelo raro estado de preservação no qual o espécime se encontrava. “Eles coletaram-no imediatamente, trouxeram-no para a costa na hora, e chamaram as autoridades que o colocaram no gelo imediatamente.”, afirmou Portell.

O pescador Benz, disse que, em parte se sentiu motivado em transportar sua captura gigante porque achou que não iriam acreditar nele quando contasse a história. “Ninguém acredita em pescador”, afirmou ele à WPTV.

Preservado para a posteridade – No museu a lula recebeu uma injeção de formol e está tendo seu corpo embebido em uma solução química. Quando o processo de duas semanas de preservação estiver concluído, ela vai se tornar parte da coleção de pesquisa do museu. Segundo Portell, o código genético dela será particularmente interessante para os pesquisadores determinarem se a lula gigante – cujo nome científico é Architeuthis dux – é apenas uma espécie. “Alguns pesquisadores já entraram em contato conosco e estão vindo dar uma olhada nela”, afirmou ele. (Fonte: Portal iG

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////