Ocorrência abundante de conchas na "Praia do Cassino" chama atenção no RS ! ...

06-07-2011 14:50

 

 CONCHEIROS DE MARÉ NA "PRAIA DO CASSINO", RS/ BRASIL

EVENTO NATURAL CURRIQUEIRO NO SUL DO BRASIL

 

A ocorrência abundante (quantidade elevada - centenas - espalhada pela areia) de conchas pertencentes a espécie gastrópode marinha Pachycymbiola (= Adelomelon) brasiliana (Lamarck, 1811), representante da Família VOLUTIDAE, apresentando comprimentos de até 13 centímetros, chamou a atenção de quem passava pela orla/ beira da "Praia do Cassino" na data de hoje (Julho 06 de 2011), localizada aprox. 2 quilômetros do centro da cidade de "Rio Grande", no Estado do Rio Grande do Sul - RS/ Brasil.

Pachycymbiola (= Adelomelon) brasiliana (Lamarck, 1811)

Fonte:

http://www.conchasbrasil.org.br/conquiliologia/descricao.asp?id=289

 

A informação do fato foi amplamente divulgado pelo telejornalismo da RBSTV Rio Grande, através dos espaços "Jornal do Almoço Rio Grande",

posteriormente no vespertino "Jornal Hoje", e ainda através do jornal impresso "Zero Hora", de Porto Alegre:

 
http://wp.clicrbs.com.br/rbstvriogrande/2011/07/06/a-estagiaria-e-suas-conchas/?topo=52,1,1,,268,e268

http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/diario-gaucho/19,0,3379217,Fenomeno-responsavel-por-carregar-conchas-do-mar-para-a-praia-atrai-curiosos-no-Cassino.html

 

+ DIVERIO, RAFAEL. 2011. Um tapete no Cassino/ Tapete de conchas: moluscos viram atração no Cassino. Jornal impresso "Zero Hora", Porto Alegre, Quinta-feira 07/07/2011, 48(16.711): 1-Capa, 39.

 

Conforme especialistas, o aparecimento destas conchas na localidade se deve às tempestades recentemente ocorridas, que geram ondas de períodos longos (12 segundos). Ondas de 2 a 4 metros surgidas a centenas de quilômetros da costa, e que se propagam até as águas rasas, conseguem transportar conchas e outros materiais da zona costeira para a orla. Elas agitam o fundo do mar e lançam as conchas na área de espraiamento (quando tem tempestade, o nível da água sobe e ajuda a empurrá-las para a beira-mar).

O aparecimento das conchas ocorre principalmente nos períodos de Outono e Inverno, principalmente, quando as chuvas fortes se intensificam. Na beira da praia, elas acabam sendo enterradas ou podem retornar para o mar quando, em nova situação de mau tempo, a maré sobe até as dunas. Assim, o fenômeno acontece todos os anos e é provocado pelas frentes frías.
 

Outras informações regionais disponíveis correspondentes ao tema:

http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=116&Numero=219&Caderno=9&Noticia=290665

http://www.jornalagora.com.br/site/content/noticias/detalhe.php?e=3&n=11283

http://generalcamaracity.blogspot.com/2011/05/conchas-de-mais-de-10-centimetros.html

http://digitalnoticiasdobrasil.blogspot.com/2011/05/conchas-de-mais-de-10-centimetros.html

http://www.carolhoffmann.com.br/baudainfancia/2011/06/20/praia-do-cassino/

 

A "Praia do Cassino" começa na cidade de Rio Grande e se estende por 220 km até o fim do Brasil. Ou como dizem os gaúchos, até o começo do Brasil. É a maior praia do mundo em extensão. Uma faixa de areia ininterrupta que separa o mar dos banhados regionais, contando ainda com uma rica e notável biodiversidade faunística marinha:  http://www.ceac.furg.br/revista/artigos/19_ALaura_Graca.pdf